Filosofia da Convenção Batista Brasileira - Página 29 PDF  | Imprimir |  E-mail
Índice do Artigo
Filosofia da Convenção Batista Brasileira
Page 2
Page 3
Page 4
Page 5
Page 6
Page 7
Page 8
Page 9
Page 10
Page 11
Page 12
Page 13
Page 14
Page 15
Page 16
Page 17
Page 18
Page 19
Page 20
Page 21
Page 22
Page 23
Page 24
Page 25
Page 26
Page 27
Page 28
Page 29
Page 30
Page 31
Page 32
Page 33
Page 34
Page 35
Page 36
Page 37
Page 38
Page 39
Page 40
Page 41
Todas Páginas

A primeira atividade da igreja é o culto, que deve estar no centro de tudo que a igreja faz, e é a mola principal de toda a sua atividade.

A vida toda e a organização de uma igreja devem emergir do culto, visto ser a igreja fundamentalmente um corpo que cultua. O culto deve ser também a inspiração de tudo que a igreja faz como igreja56.

A igreja que cultua a Deus, conforme a Sua vontade, realiza todos os seus programas – evangelismo, missões, educação, beneficência – tudo como culto, visto que são serviços prestados ao Deus a quem ama e serve.

Assim como o culto é vital para a igreja, o é, também, para o crente, que foi chamado para adorar a Deus57, cultuando com a sua vida, dons e bens.

Cultuar é pensar em Deus e conversar com Ele, é proclamar as boas novas de Deus e ministrar a um mundo faminto e ferido o nome de Cristo. Adorar é desfrutar do mundo de Deus com gratidão, visto que Ele o fez para nós. Para o cristão, cada ato da vida é um ato de adoração, quando é feito com um amor que corresponde ao amor do Pai58.

Os batistas reconhecem a importância, inclusive bíblica do louvor na adoração, que se expressa através do cântico congregacional, individual, de conjuntos ou coral59, por isso crêem:

a) Que o cântico deve cumprir os objetivos do culto a Deus, sendo, portanto, teocêntrico e não     antropocêntrico.

b) Que sua letra deve ser de conteúdo teologicamente correto, e conter ensinamentos que proporcionem o crescimento espiritual e a dedicação ao serviço de Deus e à proclamação da Sua salvação60.

c) Que a música deve contribuir para adoração que se quer prestar a Deus, a quem é dirigida; para exaltar a Sua glória e para oferta de gratidão pelas grandes coisas que Ele fez e faz61;

d) Que, basicamente, o hino é uma oportunidade para a congregação declarar a sua experiência cristã, à luz das Sagradas Escrituras, e se regozijar coletivamente na doutrina cristã62.

Os batistas brasileiros, em resumo, acreditam que cultuar é vivificar a consciência pela santidade de Deus63; nutrir a mente com a verdade de Deus64; purificar a imaginação pela beleza de Deus65; abrir o coração ao amor de Deus66; e dedicar a vontade ao propósito de Deus.67
 
 
Copyright © 2019 Portal Batista. Todos os direitos reservados.
Rua José Higino 416, Predio 28 - Rio de Janeiro - RJ / CEP 20510-412 / (21) 2157-5557