Filosofia da Convenção Batista Brasileira - Página 28 PDF  | Imprimir |  E-mail
Índice do Artigo
Filosofia da Convenção Batista Brasileira
Page 2
Page 3
Page 4
Page 5
Page 6
Page 7
Page 8
Page 9
Page 10
Page 11
Page 12
Page 13
Page 14
Page 15
Page 16
Page 17
Page 18
Page 19
Page 20
Page 21
Page 22
Page 23
Page 24
Page 25
Page 26
Page 27
Page 28
Page 29
Page 30
Page 31
Page 32
Page 33
Page 34
Page 35
Page 36
Page 37
Page 38
Page 39
Page 40
Page 41
Todas Páginas

4.9- Culto

Para os batistas brasileiros, o culto e o louvor fazem parte da adoração que o crente, individualmente, e a Igreja, coletivamente, prestam a Deus.

Culto é o modo de exteriorizar a adoração45. A Bíblia não faz distinção semântica entre adoração e culto. Adoração é culto. Culto é adoração46.

O culto é um serviço de adoração a Deus, que lhe é prestado como resultado do reconhecimento do que Ele é, da sua majestade, santidade, poder, glória, honra e bondade, por parte da criatura humana, do crente, do adorador47.

O louvor é a celebração, a exaltação, o enaltecimento das virtudes divinas, na consciência de que somente Deus é merecedor de louvor e adoração pelo que Ele fez e faz nas vidas48. O louvor faz parte da adoração e pode ser expresso pelo canto, leitura bíblica, orações, testemunhos e de outras maneiras pelas quais possa o adorador reconhecer o que o Senhor fez e continua fazendo em sua vida.

Cultuar a Deus é tributar-lhe o valor supremo, porque somente Ele é digno de receber a adoração49. “É a excelente dignidade de Deus que possibilita a adoração e, quando lhe é oferecida a devoção, louvor e oração, é este pensamento que deve ocupar o primeiro lugar na mente do adorador. Somente Ele é digno de adoração”50.

O culto cristão é prestado somente a Deus, havendo nele a participação do homem e de Deus51.

O culto, como serviço de adoração, é meio através do qual Deus se relaciona com o seu povo e revela a sua vontade, oferecendo ao crente e à igreja oportunidade de diálogo, louvor, confissão, dedicação, intercessão e proclamação.52

Culto é o mistério do encontro do homem com Deus, no qual ele sente a sua finitude, se curva perante a excelsitude do criador, reconhecendo, ao mesmo tempo, a infinitude e santidade do Deus trino. É a celebração que recorda os atos de Deus53; o diálogo entre o criador e a sua criatura54; é a resposta afirmativa à auto-revelação de Deus aos homens e a resposta do homem a Deus. O propósito do culto não é propriamente o recebimento das ricas bênçãos de Deus, mas fazer oferta da vida e tudo que ela representa. É também dinâmico e criativo, e é uma experiência transformadora55.



 
 
Copyright © 2019 Portal Batista. Todos os direitos reservados.
Rua José Higino 416, Predio 28 - Rio de Janeiro - RJ / CEP 20510-412 / (21) 2157-5557